quinta-feira, 24 de abril de 2014

PAÇO ALFÂNDEGA

Foto tirada por Francisco Monteiro no Paço Alfândega no Recife PE
Foto tirada por Francisco Monteiro no Paço Alfândega no Recife PE

Depois de passarmos pela igreja Madre de Deus caminhamos poucos metros e do seu lado encontramos um espaço localizado num ponto privilegiado do Recife Antigo. Este espaço que anteriormente era um convento, e que hoje se tornou um Shopping. Com uma vista privilegiada da Rua da Moeda, do rio Capibaribe, da igreja Madre de Deus, da ponte Maurício de Nassau e do obelisco . Com sua localização de fácil acesso. Conseguimos nos locomover até ele apé. Pois seu trajeto é uma curta e agradável caminhada com uma bela paisagem urbana ao redor. Podemos observa lo até mesmo de uma longa distancia depois do rio Capibaribe.O que faz dele um ponto numa localização privilegiada e estratégica para as compras.
Foto tirada por Francisco Monteiro no Paço Alfândega no Recife PE

Este belo edifício é o Paço Alfândega. Em sua história de um convento, a um shopping muita coisa mudou em sua trajetória existencial, até hoje.
Foto tirada por Francisco Monteiro no Paço Alfândega na esquerda e na direita a igreja Madre de Deus no Recife PE
  Com o desenvolvimento do Porto do Recife,que se tornou em sua época o mais movimentado das Américas. Criou se uma grande necessidade, de se ter uma alfandega, para suprir  a falta de espaço de lugares adequados no sentido de guardar as mercadorias vindas de navios. Para isso ser realizado diante das limitações em que os padres tinham por serem em pouca quantidade. O governador de Pernambuco na época Mayrink Ferrão sugestionou uma solução ao imperador Dom Pedro I .Que as instalações do convento focem utilizadas para guardar as mercadorias. Oque logicamente desagradou os padres. Pois seu Oratório estava sendo utilizado para outros fins, que não eram religiosos .


Foto tirada por Francisco Monteiro na rua da Alfândega no Recife Antigo PE



      Se Vocês gostam de nosso trabalho e gostariam de nos ajudar  sendo nossos colaboradores ou patrocinadores envie-
nos um e mail ficaremos muito gratos.

francisco.explorador.pe@gmail.com


PONTE MAURÍCIO DE NASSAU DOS HOLANDESES ATÉ NOSSOS DIAS

Foto tirada por Francisco Monteiro da ponte Maurício de Nassau no Recife PE.
http://verpernambuco.blogspot.com.br/2013/01/pernambuco-holandes.html

É comum uma expressão popular no Brasil que diz que quando algo é muito complicado ou impossível de realizar é mais fácil fazer um boi voar. Essa expressão tem sua origem da época dos holandeses em Pernambuco. Mais exatamente por causa de uma ponte localizada no Recife. Que em sua época era a maior das Américas. Essa ponte da acesso ao Recife antigo, e passamos por ela quando trafegamos de barco ou a pé. E tem uma arquitetura linda com suas estatuas e uma bela paisagem do rio dos mangues, dos prédios, dos pássaros e dos barcos que passam por ela. Em nossas caminhadas admiramos e respiramos uma história que vem desde a época dos holandeses em Pernambuco. E que deixaram para nos uma arquitetura que fez do Recife uma cidade com aspectos europeus. Alem de suas lendas com veracidades históricas, essa arquitetura nos lembra que já fomos no passado a grande economia do Brasil na época da colonização.E passamos por ela como numa viagem, ao passado do estado de Pernambuco. E dessa arquitetura nos foi deixado uma importante e lendária ponte a ponte Maurício de Nassau.

http://verpernambuco.blogspot.com.br/2013/06/pernambuco-holandes-chegada-do-conde.html

   Conhecida como: A capital do Frevo,A Veneza Brasileira,o Recife também tem outro título,que é a cidade Brasileira com mais lendas urbanas.Em sua grande maioria relacionadas a um contexto histórico dos lugares e personagens relatados pelos moradores mais antigos, e até pessoas jovens que dizem ter visto algo fora do padrão para nossos conceitos. Lendas como a "perna cabeluda", "a emparedada da rua Nova"," os fantasmas do museu Madalena e Gilberto Freire","a garota do mangue e cruz do patrão" são algumas das muitas lendas do Recife que é uma cidade que respira turismo até na noite com passeios pelos lugares mencionados nas lendas da bela cidade do Recife. Convidamos você a conhece uma dessas lendas acreditando ou não,mas que são um pequeno reflexo da História de Pernambuco contada a gerações pelos moradores do Recife em nossa literatura.

A LENDA DO BOI VOADOR 
Foto tirada por Francisco Monteiro da ponte Maurício de Nassau no Recife PE
A ponte Maurício de Nassau teve inicio em sua construção no ano de 1643. Com o intuito de facilitar o trafego de pessoas para o Recife antigo, que na época era conhecido como cidade Maurícia pelos moradores. Em sua construção inicial a matéria prima foi a madeira. E era em sua época a maior do Brasil e mais antiga das Américas. Mas para ela ser terminada grandes complicações aconteceram . Por causa destas complicações surgi o a lenda do boi voador. Que na verdade foi uma ideia de Nassau para resolver seus débitos devidos a construção da         
ponte.
Foto tirada por Francisco Monteiro da ponte Maurício de Nassau no Recife PE
Como Nassau teve muitos gastas com a construção da ponte e pretendia recuperar o dinheiro. Mandou espalhar a noticia de que um boi voaria por cima da ponte no turno da noite. Isso fez com que varias pessoas ficassem  curiosas como este feito seria realizado e se seria verdade os boatos que estavam sendo contados pela cidade. Durante as festividades um boi manso caminhou pelas ruas da cidade. Dando a entender que seria este o animal, que voaria na noite de inauguração da ponte. Nassau mandou esconder o animal, e colocou um boi empalhado preso e suspenso por cabos e uma roldana para ajudar no deslocamento do boi de um ponto a outro da cidade. Quando os curiosos estavam reunidos aguardando, es que o boi passou nos ares por cima das pessoas. Como se estive se realmente voando. Por causa da noite e das cordas finas que não podiam ser facilmente vistas a noite foi criada uma ilusão de que um boi realmente passou voando. Muitas pessoas ficaram admiradas com o ocorrido e outras perceberam o truque. Mas Nassau ficou no final das contas feliz pois tinha adquirido 1800  Florins ( moeda da época ) com o pedágio arrecadado dos moradores.

Se vocês gostam de nosso trabalho e gostariam de nos ajudar sendo nossos colaboradores ou patrocinadores em enviem nos um e mail para :  francisco.explorador.pe@gmail.com

IGREJA MADRE DE DEUS : UM MONUMENTO DA HISTÓRIA E DA FÉ DOS MORADORES DO RECIFE

Foto tirada por Francisco Monteiro da igreja Madre de Deus no Recife PE
Depois de termos passado pela avenida Rio Branco, Marco Zero do Recife, casa do artesanato, Pátio de esculturas de Francisco Brennand , Rua do Bom Jesus, Museu a céu Aberto, Praça do Arsenal da Marinha,  torre Malakoff, e Rua da Moeda chegamos em uma das igrejas do século XVIII que é uma das mais belas  daqui de Pernambuco. Esta linda igreja tem em seu nome o reflexo da fé do povo Pernambucano. E nos mostra uma arquitetura da época, preservada e respeitada como um dos nossos ricos e inestimáveis patrimônios históricos, existentes do estado.  Esta linda igreja localizada no Recife Antigo é a igreja Madre de Deus.
Foto tirada por Francisco Monteiro de frente da igreja Madre de Deus 
Foto tirada por Francisco Monteiro de igreja Madre de Deus no Recife PE
A igreja Madre de Deus é um templo católico romano que esta  localizado no Recife Antigo. Mais exatamente nas proximidades com o Paço Alfândega, e localizada na rua Madre de Deus. Tem em seus arredores o rio Capibaribe , e um obelisco em Homenagem aos heróis de Pernambuco e a ponte Mauricio de Nassau .

 Sua construção teve  seu termino em 1720. E é toda em estilo colonial  possui em sua fachada pedras retiradas dos arrecifes, que foram utilizadas para a construção de esculturas de que são mostradas em sua imponente e bela fachada. Tem em suas esculturas a imagem  de São Felipe Néri. e obras entalhadas que pertenceram anteriormente a igreja do Corpo Santo que foi demolida depois das reformas de modernização do porto do Recife no ano de 1913.

Uma curiosidade é que a imagem de São Felipe Néri é em tamanho natural e no alto da igreja possui um oratório com a imagem do padroeiro da paróquia  São Pedro. Em seu interior  possui imagens que anteriormente foram pertencentes aos arcos do Bom Jesus dos Passos do Recife e possui imagens sacras que estão preservadas mesmo depois da danificação causada  por um incêndio na mesma no ano de 1971. Além das pinturas sacras possui moveis antigos em Jacarandá uma especie da arvore de madeira nobre.


A igreja passou por modificações que trouxeram em alguns aspectos melhorias para os fieis, que frequentam a mesma. Uma delas foi realizada no ano de 1931 e foi de uma das torres sineiras no caso a segunda delas ( torres onde ficam os sinos ) . Seu tombamento foi algo de grande importância para o Recife. Pois com isso uma de suas igrejas de grande valor e importância histórica estaria sobre olhos vigilantes, para que sua preservação foce continuamente garantida. O ato do tombamento foi realizado no ano de 1938 pelo IPHAN ( Instituto de Patrimônio Histórico Nacional ) que tomou providencias para recuperar o patrimônio que tinha sido danificado no incêndio.
Em suas restaurações puderam recuperar na década de 1980  parte das obras sacras como as imagens e pinturas.  
Foto tirada por Francisco Monteiro na rua Madre de Deus 
   Quando a alfandega que se encontra do lado era um convento. E parou com suas atividades, passou para as mãos de uma nova administração. No caso da Santa Casa de Misericórdia, que passou a abrigar e acolher várias irmandades e imagens sacras, de valor inestimável .  Um deses exemplos foi o caso da imagem do Senhor Bom Jesus das Portas, que estava no arco que ficava na Rua do Bom jesus, e por causa do desenvolvimento urbano da cidade o arco foi demolido no ano de 1850 e a imagem foi acolhida na igreja Madre de Deus.


Se vocês gostam de nosso trabalho e gostariam de nos ajudar sendo nossos colaboradores ou patrocinadores em enviem nos um e mail para :  francisco.explorador.pe@gmail.com