quinta-feira, 23 de março de 2017

DICAS DE COMO ESCOLHER UMA MORADIA E COMO SE DESLOCAR NA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE


Foto tirada por Francisco Monteiro no Bairro da Boa Vista na capital  Recife Pernambuco Brasil 

Muito obrigado aos nosso leitores, que acompanham o nosso humilde blog. O Ver Pernambuco + blog hoje é visitado em mais de 60 países. E graças a Deus, e a vocês nossos leitores, chegamos em vários lugares ao redor do mundo.

E como acreditamos que muitos dos leitores sejam brasileiros, morando fora do país, estrangeiros que gostam do Brasil e acompanham as nossas matérias e noticias por meio da internet , por meio de amigos e familiares que residem no Brasil. Nós decidimos fazer algumas matérias, para ajudar vocês a diminuírem um pouco as saudades de nosso amado país e estado.

E creditamos que muitos já pensaram, em morar aqui no estado. Ou já são brasileiros residentes fora do país, ou estrangeiros que conhecem pessoas que moram aqui. Devido essa junção de fatores..... decidimos a partir de hoje, dar dicas de como se deslocar pela região metropolitana do Recife e como escolher uma residencia. Essas dicas foram retiradas de pesquisas pessoais, pesquisas de campo realizadas pela equipe do Ver Pernambuco +  durante muitos anos e experiencias pessoais vividas por nossos integrantes, amigos e por muitas fontes em jornais, blogs e sites relacionados.

A região metropolitana do Recife é composta de 14 municípios. Distribuídos nas áreas do litoral e parte da zona da mata Pernambucana. E estas áreas, onde estão localizados os municípios são: Região metropolita norte, região metropolitana sul  e centro da região metropolitana.

Os municípios  são distribuídos em áreas com industrias, áreas rurais, litoral, zona de mata atlântica, zonas comerciais e muito urbanizadas, periféricas ou comunidades, vilas, altos ou morros, residenciais, pequenas comunidades, sítios e engenhos. E mesmo algumas cidades estando na região metropolitana, guardam alguns aspectos típicos do interior como por exemplo : Cavalgar em cavalos, andar de charretes, plantações e roçados, muitos trechos das cidades arborizados, rios, lagos, cachoeiras e passeios religiosos. E nas cidades com extrema urbanização e expansão territorial, a vida urbana não é tão voltada para as características campestres. Com exceção, de alguns bairros logicamente. Sendo assim, dependera logicamente  do modo de vida e perfil de personalidade de cada um julgar oque acredita ser melhor para si. Mediante sua tolerância e adaptação com o perfil de cada lugar. Os aspectos culturais, clima, trabalho, saúde e mais alguns temas são importantes. Antes e na hora de se efetuar uma compra de um imóvel.

E para facilitar nesta escolha e nos critérios de avaliação. Nós escolhemos alguns tópicos. Que talvez possam lhes ajudar, ou lhes guiar na hora de efetuar uma compra. Lembrado-se que, dependera unicamente de cada um! julgar oque é melhor para se mesmos. E nós só estamos sugerindo alguns aspectos, para serem avaliados na hora de fazer sua escolhas.

1. Distancia da cidade que pretende residir com                            relação ao Recife centro
 Muitas das das cidades da região metropolitana, possuem suas próprias características. E nem sempre, alguns produtos e serviços são facilmente encontrados nos respectivos bairros, das outras cidades. Por este motivo, muitos moradores de cidades com proximidades com o Recife, em vez de fazerem suas respectivas compras nos bairros que residem ou nas cidades próximas, preferem ir para o centro do Recife. Por motivos óbvios e ter mais alternativas, e variedades nos serviços e preços. E por possuir mais alternativas, de lojas, pontos comerciais variados, shoppings, transportes e opções de lazer.

Em bairros pequenos e com poucos pontos comerciais, alguns comerciantes julgam-se no direito de monopólio de preços de seus produtos e serviços. Isso faz com que os produtos sejam vendidos, por um preço superior ao de mercado. Isso direta e indiretamente, obriga aos consumidores residentes em bairros com esse aspecto infelizmente a aceitarem os preços impostos pelos comerciantes e preços infelizmente elevados. Mas, muitos não aceitam essa situação!. E preferem , se locomover para outros bairros, para só assim, comprar oque precisam. De vez de comprar no próprio bairro. Bairros que geralmente só existe um ponto comercial, para cada tipo de serviço e produtos, fazem constantemente isso. Mas, salientando: Nem todos os comerciantes concordam com essa forma de agir !.

Por exemplo um bairro que tem apenas uma padaria, uma farmácia, um super mercado, um salão de beleza, um bar e não tem feiras no bairro ou nas proximidades. Os comerciantes se aproveitam dessa realidade, de falta de concorrência e livre mercado, para colocar os preços elevados. Isso acontece muito em pequenos bairros, vilas e comunidades rurais.

2 . Distancia das cidades próximas da cidade que       pretende morar e como é a infraestrutura delas. 

Algo extremamente importante é saber e realmente conhecer como são as cidades nas próximas da que pretende morar. Este tipo de conhecimento, é importante. Dependendo de como ira se deslocar por sua cidade, em alguma eventualidade poderá trafegar nas outras cidades, tendo melhor conhecimento das rotas. E é  relevante dizer:  Que é bom conhecer as rotas por onde passam os ônibus, suas paradas em cada  cidade. Quais empresas de ônibus prestam serviços nelas,  cada pista e onde os levara, referenciais e localizações mais praticas e seguras, vários meios de retornar e rotas alternativas para retornar para casa. Também, para se avaliar como funciona o sistema de transporte, quais meios são mais viáveis na locomoção se tratando do valor das passagens , conforto, praticidade e quais são os meios mais usados e mais viáveis como por exemplo: Carros particulares, táxis, ônibus, metrô, trem, moto táxis, micro ônibus etc.

3. Como é o clima em cada cidade e como isso         influencia direta e indiretamente na economia,         transporte, moradia e atividades escolares.

Uma das melhores sugestões, antes de comprar um imóvel é: Verifique as condições da infraestrutura do imove e qual o real estado que ele se encontra no inverno. Esta sugestão é extremamente importante, na hora de escolher uma residencia para morar. Ou alugar. Fatores externos ao imóvel podem interferir direta ou indiretamente no valor da residencia e na sua qualidade de vida. E poderá lhe dar muita dor de cabeça! e arrependimento, depois que a compra for efetuada. Por mais estranho que possa parecer para muitos. Mas, o inverno é a melhor estação do ano, para escolher uma casa, ou outro tipo de moradia. Muitos dos problemas estruturais das residencias, como por exemplo : Goteiras, infiltrações, umidade e até trechos da rua, do bairro ou da cidade que alagam durante esta estação do ano.

Todos estes fatores climáticos interferem diretamente nos critérios de avaliação do real valor de mercado para o imóvel. E se os problemas não foram realmente graves, ou de perigo para a saúde e vida dos moradores, pode ser reavaliado o preço e renegociado por um valor um pouco inferior. Logicamente se o proprietário ou locatário assim desejar fazer. Vejam também, como a estação das chuvas interfere diretamente muio ou pouco no transito. Isso ira interferir de alguma maneira no seu deslocamento para o trabalho, buscar as crianças na escola ou nos passeios com seus amigos ou familiares. E se por ventura desejar abrir um ponto comercial, veja como as chuvas interferem no comercio e nas atividades escolares.

Todos estes fatores devem ser avaliados com muita cautela. Em alguns bairros da região metropolitana sul, como por exemplo o bairro de Cavaleiro em Jaboatão dos Guararapes, alguns bairros de Camaragibe região metropolitana norte e São Lourenço da Mata o transito fica mais lento. O comercio diminui um pouco e a circulação da clientela por causa de alguns trechos alagados, nas partes próximas dos rios e nas partes mais baixas das cidades.

4. Relação com vizinhos e os principais problemas               relatados sobre convivência  

Sugerimos que verifiquem os históricos das cidades próximas da que pretendem morar, verifiquem o histórico da cidade que pretendem morar, da rua, do trecho da rua, dos moradores, um pouco do histórico  dos proprietários antes da casa ser comprada e do próprio imóvel. Tudo isso, pode parecer Bobagem. Ou paranoia. Mas, estas dicas nos foi dada por diferentes pessoas, como o nosso amigo Leonardo M residente na região metropolitana sul ( R.M.R.S ).

Leonardo M quando optou, por morar numa casa com sua esposa e filha. Não avaliou estes pormenores. E se decepcionou muito depois.

Depois de uns meses morando em sua antiga residencia. As complicações com a localização da casa do qual residia e as dificuldades de convivência com seus vizinhos, se transformaram em algo insustentável. E as adversidades eram muito grandes. Frequentes perturbações causadas nos fins de semana e dias de folga, eram os principais desconfortos causados pelos vizinhos. Mas, quando foi morar na casa, acreditando ele que por mora numa casa grande, e esta perto dos familiares de sua esposa, teria um pouco de paz.

Muitos ingenuamento aqui costumam dizer o seguinte : Se eu estiver dentro de minha casa, pouco me importa com oque acontecer do lado de fora. Pois nada tira minha paz. Muitos arrependeram-se amargamente depois. E pagaram com a saúde. Tiveram posteriormente uma baixa na qualidade de vida, por pensarem de maneira despreocupada e relaxada, dando pouca relevância na avaliação de aspectos culturais e na relação com fatores comportamentais, de seus próximos.

Depois quando os fatores externos, interferiram diretamente na qualidade de vida, lhes tirando o sono, a paz e muitas vezes até o desejo de continuar morando no mesmo bairro. Muitos optaram por mudar, para lugares mais tranquilos e de preferencia com vizinhos morando longe de suas residencias.

Algumas pessoas estão tão habituadas a ouvirem o mesmo ritmo musical, em alto volume, em suas residencias. Que não sendo o suficiente. Levam seus aparelhos celulares com as mesmas músicas, para qualquer lugar. E colocam em alto volume. Isso traz um certo desconforto, principalmente em lugares públicos. Existem praças, parques e outros lugares que os moradores de diferentes cidades de região metropolitana frequentam, com o intuito de sair um pouco da rotina do dia adia e ter um pouco de paz .

Muitos vão para os parques levar as crianças para brincar,  passear com o cachorro, praticar esportes , ler um bom livro, conversar com os amigos, jogar dama ou xadrez e respirar um pouco de ar puro. E a ultima coisa que as pessoas no local estão desejando, é  ter uma pessoa lhes tirando a tranquilidade e a paz do momento.

 As músicas em alto volume tornam-se algo inapropriado e indesejado para aqueles que vão para lugares tranquilos. Ter um pouco de paz , silencio e tranquilidade nos momentos de lazer é para muitos uma questão de saúde publica. E o barulho pode se tornar algo como um instrumento de pratica de tortura psicológica. Levando muitos a terem problemas sérios de saúde . Barulhos constantes podem causar alguns problemas de saúde, como por exemplo: Perca de sono, perca de de apetite, irritabilidade frequente, perca de parte da audição, dores de cabeça e até problemas cardíacos. Infelizmente em muitos lugares esse mal abito, tornou-se algo socialmente aceitável. E pouco reprimido moralmente falando da parte de uma  parcela, que não se importando com o desconforto, que os mesmos causam as outras pessoas.

Vizinhos inconvenientes, desrespeitosos, deselegantes e pouco amistosos estão entre as principais queixas relatadas por  nosso amigos, e conhecidos.  Em muitos lugares da região metropolitana está é uma das grandes causadoras de inimizades e conflitos. Mas, vale muito apena lhes informar, que não é em toda região metropolitana, que isso acontece. Mas, infelizmente em alguns bairros da região metropolitana, isso não é uma raridade infelizmente. E infelizmente ainda hoje, se tem problemas entre vizinhos por causa do desrespeito com relação a privacidade dos demais. Em alguns bairros que os vizinhos moram a muitos anos e se conhecem, se tem um certo respeito. E evita-se criar problemas. E muitas vezes os causadores são pessoas novatas.

Em alguns bairros até mesmo numa simples festa de aniversário, os moradores tentam  incomodo o minimo possível. Para evitar desconforto, com os outros residentes do bairro. Por exemplo : No bairro do Curado 1 no distrito do Curado, que fica na divisa de Recife com Jaboatão dos Guararapes, os moradores geralmente respeitam, e preservam o silencio dos demais.  Quando de repente, em alguma rua, algum morador está trazendo um grande incomodo, e passando dos limites de tolerância para os mais antigos. Já sabem. Que se trata muito provavelmente de algum morador novato no bairro. A politica desses pequenos bairros, que é composto em sua maioria por evangélicos, católicos e outras denominações religiosas é de preservar a tranquilidade dos demais. lembrando, que existem algumas exceções.

5.      Transtornos referentes ao transporte e                          proximidades das residencias 

Alguns relatos contados por um dos nossos amigos chamado de Leonardo M que residia em Camaragibe, nos mostra as dificuldades de se morar distantes dos meios de transporte e de ter casas muito próximas umas das outras. As dificuldades se tratando do trajeto e deslocamento para o trabalho, tornaram-se um desgaste quase, que constante. Isso fazia com que Leonardo M sentisse que sua qualidade de vida estava sendo prejudicada. Desgastado pelas longas caminhada diárias nas idas para o trabalho, e o retorno para sua casa e as perturbações causadas pela ausência de tranquilidade e silencio nos dias de folga de seu trabalho, provocadas pelo volume elevado dos aparelhos de som de seus vizinhos. O pressionou de uma certa maneira, que o fazia arrepende-se, de morar no antigo bairro. E mais especificamente na sua antiga moradia.

Os problemas não estavam limitados ao desconforto, causado pelos vizinhos. Mas, também, especificamente com a localização de onde a antiga casa que Leonardo M  residia.  Com sua antiga residencia estando localizada num bairro distante e com muitas ladeiras, distantes da rodoviária e da estação de metrô de sua antiga cidade Camaragibe, e o mesmo trabalhava em Jaboatão dos Guararapes. A distancia do trabalho e poucos transportes, que circulavam em direção ao trabalho, os vizinhos inconvenientes e barulhentos, com aparelhos de som constantemente ligados desde logo cedo da manha até a noite em alto volume, no inverno o deslocamento até a sua antiga residencia tornava-se um grande sacrifício, os ônibus e de mais meios de transporte, trafegavam em ruas mais distantes e na avenida principal que era distante de sua residencia, transformarem-se depois de um tempo em algo muito desgastantes. Com todos esses complicadores, e as faltas de alternativas realmente viáveis para sua permanência no mesmo lugar,  influenciou em sua decisão de mudança para outra residencia.


     6. Problemas de convivência com outros                  inquilinos, com o locatário e estruturais 

Outros problemas se tratando das proximidades das residencias, é o perigo de incêndios, e os assédios constantes e perseguições por motivos políticos, ideológicos e até inveja. Estes relatos nos foram passados por um dos integrantes do blog Ver Pernambuco +  e um ex morador e amigo nosso. Que residia em Jaboatão dos Guararapes.

Quando mudou-se para uma pequena casa em Jaboatão dos Guararapes, Ivan Pessoa desconhecia o comportamento de alguns dos locatários, das residencias que morou. Infelizmente, esta é a realidade vivenciada por muitos. E varias pessoas nos  compartilharam seus relatos, de suas experiencias desagradáveis.  Barulhos logo cedo pela manha durante a semana e nos fins de semana, causados pelo proprietário, pessoas bêbadas sentadas com bebidas e com vocabulários vulgares nas entradas das residencias, problemas causados pelos proprietários por causa da demora na entregar das contas, assédios sofridos pelas esposas e filhas dos inquilinos por parte do locatário e outros inquilinos, problemas estruturais como infiltrações e goteiras no inverno, são algumas das  muitas complicações sofridas por quem aluga um  imóvel.

Alguns locatários de casas, quitinetes, pequenos apartamentos e cortiços, não enxergam os inquilinos como seres humanos. Mas sim, como meros meios de ter dinheiro no final de cada més. E infelizmente, um de nossos amigos sentiu isso na pele. E vivenciou fases muito ruins, quando residia em Jaboatão dos Guararapes que está a 14 quilômetros do Recife na Região metropolitana sul do Recife.

O relato de nosso amigo começa nos contando alguns problemas muito sérios. Que muitos não compartilham. E por muitas vezes, isso acaba por cair no esquecimento e desconhecimento. E novas vitimas são enganadas.

Os problemas se tratando de morar em residencias pequenas e desconfortais, transformasse em algo muito superficial. Se avaliarmos todo o contesto prejudicial, causados pelos que deveriam ter mais responsabilidades e comprometimento com suas moradias. As limitações da qualidade de vida, causadas por alguns proprietários de pequenos imoveis, é algo que muitas vezes supera, os limites de paciência e tolerância. E vai muito além, do desconforto de pagar todos os meses por uma moradia de má qualidade. E como alguns locatários infelizmente tratam seus inquilinos, como meros meios de manter seus sustentos e pagar suas contas. Poucos se importam, se de alguma maneira o inquilino está sendo prejudicado.

Quando se pensa em morar em uma casa , apartamento ou mesmo quitinete de aluguel , geralmente busca-se ter um pouco de paz e harmonia. Muitos dos que alugam apartamentos são estudantes, homens e mulheres solteiros, casais as vezes com filhos e com pessoas idosas. Mas, o ato que a principio lhes parecia ser bom, torna-se dependendo de quem for o locatário logicamente, um grande exercício de paciência.

Em um pequeno cortiço no bairro de Cavaleiro. Perto do lugar chamado de Baixa da Colina. Um dos nossos amigos do blog Ver Pernambuco +  passou por péssimos momentos. Morando das proximidades com uma estação de metrô, com o terminal de ônibus do bairro, com farmácias e outros pontos comerciais, alguns pensariam que ele não teria problemas sérios. Mas, tudo isso não significava, que a localização lhe trazia paz.

O antigo prioritário do cortiço era um homem muito problemático. Alguns ex moradores saíram de suas residencias, com no minimo queixas, referentes ao descaso do locatário dos imoveis. E até mesmo por causa de assédios e insultos, sofridos por eles.

O locatário constantemente irritava seus inquilinos. E queria que se submetessem e tolerassem suas atitudes desagradáveis, inconvenientes e arrogantes. Uma certa vez nosso amigo recebeu uma ligação a noite. Um colega de trabalho lhe pediu ajuda para levar os moveis para uma nova residencia que ia morar. Ele comprometeu-se em ajudar e prontamente levantou-se de sua cama. Viu que horas eram arrumou-se e saiu do pequeno comodo que residia. Então ele ouviu depois de trancar a porta o ex dono dos imoveis falar : Esse cara está saindo essa hora por quê ? A onde esse cara vai ?.  

Nosso amigo não deu muita importância, para oque ouviu. E saiu despreocupado para ajudar o colega de trabalho.

Aproximadamente uma hora depois ele retorna mudança. E quando estava em frente ao  único portão, que servia de entrada para todos os inquilinos e o proprietário...... descobriu que encontrava-se trancado. Este portão não costumava ser trancado. Era constantemente aberto por seus moradores independente da hora do dia ou da noite. Então nosso amigo se recordou, que ouviu aproximadamente uma hora antes, o proprietário fazendo comentários sobre a saída dele. Passou alguns minutos na rua se perguntando oque iria fazer ? Então tentou abrir o portão mesmo com dificuldade. E descobriu que foi colocada uma amarração improvisada. Que segurava o ferrolho. E nosso amigo tirou sua chave e conseguiu utiliza-se dela como uma ferramenta de corte. E então conseguiu entrar.  No dia seguinte quando nosso amigo estava saindo para o trabalho pela manha. O proprietário do cortiço o viu. E ficou com uma feição de surpreso, e que não estava acreditando que nosso amigo tinha conseguido entrar.

Não só foi este caso que aconteceu com  um dos ex morador do cortiço. Um casal que foi morar lá  no segundo dia tiveram problemas, com relação ao proprietário. Ele os recepcionou muito bem. Salientando que esta estrategia de abordagem de tratar bem os inquilinos, é algo muito utilizado por alguns locatários para ludibriar os novos moradores. O homem estava entrando em um processo de separação de sua ex esposa. E também estava se mudando de sua antiga residencia. Então procurou um lugar para se mudar, e levar seus moveis e sua nova esposa antes de receber uma indenização por uma residencia que que possuía e seria derrubada. Para a construção de uma estrada.

Estando no cortiço a dois dias. A atual esposa tinha lavado as roupas de casal, e o uniforme da empresa do qual o marido trabalhava. E precisava de um varal, para secar as roupas. Ela conversou com a esposa do dono do cortiço que explicou a mulher que se utilizava do varal que se encontrava na frente das casas. Mas, que ela poderia utiliza-se,  de um que estava mais a fundo, no corredor. Até ai tudo terminaria bem. Mas, quando a senhora colocou as roupas, o varal partiu e todas as roupas ficam sujas. Ela pacificamente foi conversar com o dono do cortiço sobre isso. E pedir a ele que gentilmente á ajuda-se, com um novo varal. Ele olhou para ela e falou: Se você está achando ruim pode se mudar !!!!! eu lhes devolvo o dinheiro do aluguel !!!!! A senhora ficou assutada e sem entender porque estava sendo tratada daquela maneira e aguardou até a noite seu esposo chegar para conversar com ele, e contar oque aconteceu.

No terceiro dia nosso amigo do blog abriu a porta logo cedo pela manha. Viu o  casal e lhes desejou bom dia. E a senhora falou com uma feição de tristeza : Estamos nos mudando hoje. E começou a relatar o ocorrido no dia anterior. Poucas horas depois chegou o caminhão de mudança, e nosso amigo ajudou o casal a colocar os moveis e se despediu. Meses depois, nosso amigo  mudou-se do cortiço para outra residencia.





sexta-feira, 17 de março de 2017

RECIFE POUCO CONHECIDO : FORTE DO PICÃO

Foto tirada por Francisco Monteiro do Forte São Francisco da Barra ou Forte do Picão no Recife Pernambuco Brasil


Quando caminhamos no Recife Antigo, e em especial na praça Barão do Rio Branco, vemos mais afundo indo sentido norte para a cidade de Olinda,  um forte do qual Pouco de sua história é conhecida e contada. Este forte farou como também é chamado, sofreu muitas modificações com o decorrer do tempo e as revoluções e batalhas travadas no estado de Pernambuco. Localizado mais ao norte, numa área da calçada natural de recife do qual deu o nome da cidade do Recife está o Forte do Picão.

O forte do Picão é um antigo monumento, que mostra em sua estrutura as  mudanças desde antes da chegada dos holandeses e depois quando foram expulsos do estado. Para chegar nele o caminho é muito complicado. Com pedras escorregadias e pontudas, a água do mar batendo nas rebentações e molhando quem passa por esse trajeto, uma longa caminhada as vezes em baixo do sol forte, o risco de se machucar ou cair em algum buraco e ficar preso longe de socorro são algumas das muitas possibilidades de acontecer com quem se arrisca, e para quem desconhece do caminho até lá.

Os pescadores , moradores locais e barqueiros que são maiores conhecedores da área. São geralmente elas as pessoas mais preparadas e conhecedoras dos riscos de se chegar até o forte. Por todos estes riscos, nós do Ver Pernambuco + preferimos não recomendar, que os visitantes façam essa travessia.
Foto tirada por Francisco Monteiro do Forte São Francisco da Barra ou Forte do Picão no Recife Pernambuco Brasil

O forte está localizado numa divisa, entre o rio Capibaribe e o oceano Atlântico, sentido norte do lado direito do Marco Zero do Recife. De uma longa distancia pode ser observado. Mesmo quem está na praia de Boa Viagem que está mais ao sul e de Olinda, que está mais ao norte. Ele não está neste ponto estratégico atoa. Foi colocado lá justamente como um meio de proteção contra piratas e possíveis invasores, que tivessem a pretensão de saquear as vilas, que depois se tornaram as cidades de Olinda  e a pequena vila de pescadores do Recife que se tornaria posteriormente nossa capital. 
Foto tirada por Francisco Monteiro do Forte São Francisco no Alto da Sé em Olinda tendo ao fundo a capital Recife no estado de Pernambuco Brasil 

O porto do Recife era um dos mais importantes da América do Sul. E o estado de Pernambuco, era o principal produtor de açúcar e seus derivados. Por causa de seus mais de 132 canaviais no litoral e zona da mata. Com isso, era extremamente importante que seu porto fosse protegido contra saqueadores e invasores. No final do século 16 e inicio do 17 buscava se proteger as embarcações e as entradas marítimas portuárias. Com isso, se teve o inicio da construção dos fortes  e do forte chamado de São Francisco da Barra. Hoje chamado popularmente de Forte do Picão.  
Foto tirada por Francisco Monteiro do porto do Recife Pernambuco Brasil 

O Forte São Francisco da Barra também é chamado por outros nomes. Devido as mudanças no aspecto histórico. Ele já foi chamado de Forte Castelo do Mar ou só Castelo do Mar, Forte São Francisco da Barra, Forte laje , Forte da Barra e hoje é chamado de Forte do Picão. Sua construção com fins militares, teve em sua arquitetura utilizado como base solida as rochas do arrecife. Que também era utilizadas nas construções de igrejas e algumas moradias dos moradores das cidades do Recife e Olinda. 

Hoje nesse trajeto do lado esquerdo, encontrasse mais ao sul o Parque de Esculturas de Francisco Brennand e quem desejar pode fazer essa caminhada de mais de 4 quilômetros  até as praias do Pina e Boa viagem. 

Os holandeses em 1630 empreenderam uma invasão ao estado de Pernambuco. Com o desejo de ter o conhecimento sobre a produção e o fabrico de açúcar do estado. E  em busca das riquezas e se apossaram do Forte São Francisco da Barra e começaram á denominá-lo como Forte Castelo do Mar ou só Castelo do Mar. Com isso, não só o nome. Mas, também parte da sua estrutura foi modificada, para atender as vontades dos novos possuidores do forte.  Os fortes localizados em terra e no arrecife atacavam as embarcações, que vinham pelo mar e as embarcações que adentravam pelo rio Capibaribe. E sofriam uma ofensiva tanto da direita como da esquerda com ataques de canhões. 

Tanto do norte pelo Forte do Mar, como do Forte Castelo da Terra assim chamado o Forte de São Jorge. E não só os fortes eram muito perigosos. Mas, os próprios arrecifes desempenhavam a função de afundar os navios. E por este motivo, existem muitos navios naufragados até hoje no Recife. 





quarta-feira, 8 de março de 2017

O MAIOR E MELHOR CARNAVAL DO MUNDO PARTE 2 !

Foto tirada por Francisco Monteiro dos Papangus de Bezerros Pernambuco Brasil 

Nós do do blog Ver Pernambuco + fizemos uma longa viagem, pelo estado de Pernambuco. Percorremos longas distancias. Desde o Marco Zero do Recife. Até o semiárido do estado. Percorremos as cidades com alguns dos carnavais mais tradicionais. Para mostrar a vocês, um pouco do nosso carnaval.
Foto tirada por Francisco Monteiro no Marso Zero do Recife dos Caboclos de lanças de Condado 

Mesmo com limitações financeiras, faltas de incentivos, poucos recursos, nenhum apoio de empresas privadas ou publicas e muito sacrifício, conseguimos cumprir parte de nossa missão. Agradecemos muito aos moradores de cada cidade, por toda hospitalidade e generosidade para conosco. Alguns dos nosso amigos como por exemplo da cidade de Bezerros Adalberto silva e Adalto Silva, conhecido como Adalto Aventureiro, que nos recepcionaram muito bem, e com grande hospitalidade. E gradeço aos moradores e turistas das demais cidades, que foram muito simpáticos nos recebendo e nos passando informações.
Foto tirada por Francisco Monteiro do Galo da Madrugada no Recife Pernambuco Brasil 

Iniciamos como foi dito anteriormente no Recife. Mais exatamente no Marco Zero. Depois, caminhamos pelas ruas e praças do Recife antigo, observando os polos carnavalescos. Depois fomos para o berço do Frevo que é o bairro de São José e depois fizemos uma caminhada até a ponto Duarte Colho e vimos o maios representando do carnaval do Brasil o Galo da Madrugada.
Foto tirada por Francisco Monteiro em Olinda Pernambuco Brasil 

Depois saímos do Recife Antigo. E pegamos a estrada e seguimos para o segundo polo cultural do estado, a cidade de Olinda, que está a uns 7 quilômetros do Recife.  Em Olinda tivemos uma visão privilegiada do Alto da Sé, percorremos as tradicionais ladeiras, vimos os blocos troças e muitos homens, mulheres e crianças fantasiados.
Foto tirada por Francisco Monteiro dos Bonecos Gigantes no Recife Antigo Pernambuco Brasil

Seguimos depois viagem, para o distrito do Curado. Que está localizado na divisa de Recife, com Jaboatão dos Guararapes, ainda na região metropolitana do Recife. E lá vimos os pequenos blocos formados por amigos, familiares e demais moradores dos bairros que compõem o distrito. Os blocos no distrito do Curado são formados em uma parcela por bandas do próprios moradores e de outros bairros e cidades e um dos ritmos predominantes não são os tradicionais como Frevo, Maracatu, Ciranda e demais etc. Mas, sim de bandas de Brega. Por isso é de se estranhar que nessa região o frevo muitas vezes só seja tocado ( salientando que não é obrigatoriamente em todo o distrito do Curado ) em aparelhos de som e nas casas do moradores. E não por bandas locais, composta por aparelhos de sopro e percussão.
Foto tirada por Francisco Monteiro no distrito do Curado Pernambuco Brasil 
Continuando nossa viagem fomos para Vitória de Santo Antão na zona da mata de Pernambuco a uns 47 quilômetros do Recife. Lá encontramos muitas bandas de percussão e sopro tocando Frevo, blocos tradicionais como os da Bicharada. Que são pessoas fantasiadas de animais, e o Maria Bonita que os participantes caminham vestidos de Cangaceiro. Estes blocos se reúnem na praça da igreja matriz da cidade e levam os turistas e seus moradores a dançarem no ritmo do Frevo.

Foto tirada por Francisco Monteiro em Vitória de Santo Antão Pernambuco Brasil 

Seguindo viagem fomos para Bezerros, no agreste pernambucano. E chegando lá, vimos os tradicionais Papangus. Uma tradição com mais de 130 anos, de homens  mulheres e crianças fantasiados de personagens do mais diversos tipos, comendo o angu,( comida tradicional feita de milho também muito consumida durante o São João) .

 Fomos muito bem recepcionados pelos moradores de Bezerros, e pelos amigos e também moradores Adalberto e Adalto Silva, que fazem um ótimo trabalho de divulgação mostrando as belezas da cidade de Bezerros com vídeos sobre a cultura, belezas naturais, história e lendas do agreste pernambucano.
Foto tirada por Francisco Monteiro em Bezerros do carnaval dos Papangus no estado de Pernambuco Brasil

MUITO OBRIGADO ADALBERTO SILVA E ADALTO SILVA ( ADALTO AVENTUREIRO ) POR NOS RECEPCIONAR E PELA HOSPITALIDADE NA MARAVILHA CIDADE DE BEZERROS EM NOSSO AMADO AGRESTE PERNAMBUCANO . 

terça-feira, 7 de março de 2017

O MAIOR E MELHOR CARNAVAL DO MUNDO !

                       O MAIOR E MELHOR CARNAVAL DO MUNDO !

Galo da Madrugada foto tirada por Paulino de Paiva Neto no Recife  Pernambuco

No estado de Pernambuco a cultura é muito abundante e multi cultural. Não quer dizer especificante de um multi culturalismo. Mas, sim de uma cultura especificamente nordestina e brasileira que recebe de braços abertos os turistas. Salientando, desde que respeitem nossas religiões, tradições, leis e o nosso povo. E não seria diferente no carnaval. Cada cidade desenvolveu suas próprias características, baseadas no cotidiano  nas conversas e lendas contadas a gerações por  seus moradores. Mutos dos pequenos blocos, são organizados por famílias, amigos, parentes e agregados que se reúnem para festejar o carnaval. De maneira do qual tornasse uma festa de aspecto familiar e de forte relação entre amigos. O carnaval de Pernambuco é conhecido como o maior e melhor carnaval popular de rua do mundo. E isso não é dito apenas por quem é do estado. Mas, sim por muitos turistas tanto Brasileiros, como também estrangeiros. 

E um dos blocos que é um dos principais representantes no mundo do carnaval brasileiro é o Galo da Madrugada, que atrai durante o carnaval mais de 2 milhões de pessoas de vários lugares do mundo. O carnaval na cidade do Recife, tem sua tradição nos chamados Polos Carnavalescos.Que são lugares específicos espalhados pela cidade, para que os moradores e visitantes possam se divertir nos lugares mais próximos. No Recife Antigo, alguns dos polos são: O Marco Zero onde se inicia oficialmente o carnaval do Recife. Na Rua do Bom Jesus a também chamada Rua dos Judeus. Na Prana do Arsenal da Marinha que fica logo depois da Rua do Bom Jesus e Rua da Moeda onde é o foco do Samba. 


Foto tirada por Francisco Monteiro no Bairro de São José Recife Pernambuco Brasil 


O bairro de São José no Recife Centro é conhecido por ser o Berço do Frevo. E um dos polos de carnaval está localizado nele. 
Foto tirada por Francisco Monteiro no Curado Jaboatão dos Guararapes
No nordeste, o Samba coexistia apenas com outros ritmos do folclore.
Em Pernambuco , e outros estados próximos, o que pegou no final do seculo passado , foi a mania dos desfiles das bandas militares.
As bandas tocavam  dobrados ,e todas gozavam de grande popularidade , havendo entre elas rivalidades, que muitas vezes terminavam em conflitos de rua. No inicio deste século , a presença da capoeira era quase obrigatória em todas as bandas . As  músicas passaram a adaptar se á estranha coreografia. Aumentou o número de passistas e, em pouco tempo , participavam todos os adeptos da banda . Quem de longe observasse como fez um redator de um  jornal Pequeno, tradicional publicado no Recife , em 12 de fevereiro de 1908 tinha a impressão que a população frevia ( de ferver ) como numa panela quente.
O Ritmo tocado por essas bandas de instrumentos exclusivamente de sopro, passou a se chamar frevo e com esse nome passou aos salões a á folia do carnaval.
Foto tirada por Francisco Monteiro no Curado Jaboatão dos Guararapes
A folia do carnaval de Pernambuco começa muito antes do carnaval, e acontece de forma mais forte principalmente nos bairros do Recife Antigo ,em Olinda na cidade Alta , e em pequenos focos no restante da cidade . Ritmos comuns são frevo, a Ciranda e o Maracatu.

 O carnaval de Olinda ostenta dezenas de blocos de bonecos gigantes, sendo o mais conhecido deles o Homem da Meia Noite, que sai meia noite e está nas ruas desde 1932 e é responsável por dar inicio, oficialmente, as zero hora do sábado de Zé Pereira , ao carnaval Olindense.
Além dos tradicionais blocos e troças que percorrem suas ladeiras , em balados pelo ritmo contagiante do frevo. São exemplos destes a Pitombeira dos quatro cantos , fundada em 1947, quando um grupo de rapazes  desfilava pelas ruas da cidade com galhos da planta, e cantando, e o Elefante de Olinda em 1952 por um grupo de amigos que cantavam uma musica improvisada sobre o animal com um elefante de porcelana  na cidade Alta.
Foto tirada por Francisco Monteiro no Curado Jaboatão dos Guararapes
A grande concentração destes blocos e troças se da na frente da prefeitura municipal , onde pode se encontra o maior número de foliões por metro quadrado.
No Recife o carnaval tem sua abertura com saída do maior bloco do mundo , o Galo da Madrugada que tem arrastado todos os anos mais de um   milhão de pessoas. No sábado pela manha no bairro do Recife antigo começa a tarde com feirinhas de artesanato e apresentações , de grupos de percussão, como  Maracatu entre esses festejos destaca o carnaval da juventude , o patio do terço realizações de manifestações relativo a cultura negra nordestina a noite dos tambores silenciosos, pontualmente a meia noite. No interior algumas cidades tem seus carnavais típicos Nazaré da Mata , com o Maracatu do baque solto, Bezerros com papangus , Pesqueira  com o carnaval dos caiporas  e a folia dos caretas em Triunfo , no sertão pernambucano.


Foto tirada por Francisco Monteiro dos Papangus na cidade de Bezerros no Agreste de Pernambuco Brasil 
As diferentes manifestações culturais do estado de Pernambuco, estão intimamente ligadas ao trabalho no campo, as relações pessoais, a geografia, história, o clima e também politica. Como em toda cidade do estado suas características reginais são marcadas em suas fantasias, músicas, culinária e lendas. Por isso não se pode ter apenas uma definição do carnaval de Pernambuco baseando-se apenas nas cidades polo da região metropolitana do Recife. Cidades como Condado, Nazaré da Mata, Bezerros, Vitória de Santo Antão e outras, mais tem suas próprias características que remontam mais de 100 anos. O ritmo predominante é o Frevo. Mas, não é muitas vezes a principal característica que marca há cultura de uma determinada cidade. Bezerros por exemplo possui um carnaval com mais de 130 anos, bem característicos com seus personagens folclóricos, que são os Papangus. Homens, mulheres e crianças com mascaras fantasiados comendo angu ( comida região feita de milho e muito apreciada em todos os meses do ano, mas,  durante as festas juninas e carnaval são mais consumidas ).

Foto tirada por Francisco Monteiro dos Papangus na cidade de Bezerros no Agreste de Pernambuco Brasil 
Está festividade na cidade de Bezerros faz com que a cidade seja o terceiro pelo de visitação do estado de Pernambuco depois de Recife e Olinda. E Bezerros é conhecida como a capital dos Papangus no Agreste Pernambucano. Sendo assim Bezerros dá sua contribuição para nós pernambucanos e brasileiros com sua alegria, diversidade, hospitalidade e grande potencial turístico que tanto encanta os amantes de nossa terra e cultura.

Foto tirada por Francisco Monteiro na rua Lama Recife
O ritmo do frevo se divide de 3  tipos o frevo de rua instrumental, com dominação de metais nas orquestras e andamentos acelerados , frevo de bloco cantado e sua interpretação e feita por coral feminino e mais lento e acompanhado por orquestra de sopro e corda , e frevo cancão cantado e menos frenético que o frevo de rua.


Em 1962 em Pesqueira foi criado o bloco das Caiporas. Conta a lenda que estas criaturas assustavam os caçadores e seus cães para preservar a natureza. Este carnaval é de Pesqueira também conhecida como a cidade dos doces.

Foto tirada por Francisco Monteiro na rua Lama Recife
A Corda foi criado em 1994. Sai na terça feira de carnaval começou com um grupo de amigos que despertavam as pessoas em suas casas pela manhã e andam pelo sítio histórico de Olinda e andam levando uma corda e vão ganhado novos seguidores.


A mais de 40 anos a meia noite se apaga a luz na noite dos tambores silenciosos, desde 1968.
Na  cidade de Moreno temos  o bloco Lirico  Flor de Eucalipto. 

Foto tirada por Francisco Monteiro em Olinda
 Em Olinda temos o bloco Ceroulas que no inicio só poderiam entra homens  este bloco é de 1962. 
 O bacalhau do Batata foi criado por garços que não podiam brincar o carnaval nas festividades. E este bloco sai na quarta feira de cinzas. 

Os blocos de Vitória de santo Antão tem o nome de bichos e as pessoas saem fantasiados de animais.

Na ilha de Itamaracá tem as Catraias que são homens vestidos de mulheres.

Em Camaragibe o bloco o Corujão, fundado em 1992. Pois alguns moradores ficavam acordados até altas horas, olhando os que chegavam de madrugada apos as festas de carnaval.
Foto tirada por Francisco Monteiro na Casa da Cultura no Recife PE.

O Maracatu surgi o nos engenhos de açúcar da zona da mata de Pernambuco. E suas vestimentas são inspiradas nas roupas do Brasil colonia e seu ritmo vem da cultura afro brasileira.
Foto tirada por Francisco Monteiro do monumento de Capiba no Recife PE.
Um dos mais conhecidos e talentosos artistas da música popular de Pernambuco e do nordeste, Lourenço da Fonseca Barbosa, o Capiba, nasceu em Surubim , no agreste pernambucano em 1904, e faleceu em 1997. Revelou desde criança o gosto musical do seu pai , regente de banda. Logo cedo começou a estudar piano , o instrumento com o qual mais trabalho, tocando e compondo. 
Foto tirada Por Francisco Monteiro dos Bonecos Gigantes em Recife Pernambuco Brasil 

Ainda jovem , foi atraído pelas novas possibilidades que abriram nas cidades em fase de crescimento e modernização. Mudou se para a capital Recife por volta de 1930 e foi tocar piano em teatros e cinemas da cidade. Como vários outros artistas de sua época , acompanhava ao piano os filmes mudos que eram exibidos nos cinemas . Enquanto isso buscava integrar se á vida musical da capital tocando em algumas orquestras e bandas de jazz, a música norte americana em moda no Brasil.  

Mas Capiba , mesmo sem abandonar o trabalho com a música erudita e o jazz, a sempre deu preferência ás suas raízes populares . Desde seu primeiro sucesso, o frevo é de amargar, de  
1933, deixou claro que seriam os ritmos e as tradições nordestinas de música , dança e canto seriam sua grande fonte de inspiração. 
Foto tirada Por Francisco Monteiro dos Bonecos Gigantes em Recife Pernambuco Brasil 

Não parou de criar. Compôs mais de cem músicas para o carnaval, entre frevos, marchas de cloco, maracatus , tangos e sambas, além de valsas . Também musicou poesias e peças de teatro. 

Capiba tornou se um artista de grande sucesso popular.Algumas de suas composições foram gavadas por cantores famosos e até hoje são conhecidas em todo o Brasil, como Morena cor de canela , além de valsas . Também, Casinha pequenina, Maria Betânia, A mesma rosa amarela e a marcha de bloco Madeira que cupim não rói.       

Em 2012 o frevo ganha na França o titulo de patrimônio imaterial da humanidade ou seja mais    
uma conquista da cultura de Pernambuco.
Foto tirada por Francisco Monteiro em Olinda dos passistas mirins de Frevo 
 

Foto tirada Por Francisco Monteiro em Olinda Pernambuco Brasil 

Inglês(English):

In the northeast , Samba only coexisted with other rhythms of folklore .
In Pernambuco , and other nearby states , which caught the end of the last century , was the craze of the parade of military bands .
The folded bands played , and all enjoyed great popularity , with rivalries between them , which often ended in street riots . At the beginning of this century , the presence of capoeira was almost mandatory on all bands . The songs began to adapt will be strange choreography. Increased the number of dancers , and in a short time , attending all fans of the band . About how far did observe an editor of a journal Small , traditional published in Recife , on February 12, 1908 had the impression that the population frevia ( boiling ) as a hot pot .
Rhythm played by these bands instruments exclusively blowing , was renamed the iceberg and that name will be passed to the halls of Carnival revelry . The revelry of the carnival of carnival begins much earlier and more strongly happens mainly in the districts of Old Recife , Olinda High in the city , and in small foci in the rest of the city . Rhythms are common frevo , maracatu and the CIRANDA .

 Carnival of Olinda boasts dozens of blocks of giant puppets , being the best-known man of midnight , leaving midnight and is in the streets since 1932 and is responsible to initiate , officially the midnight of Saturday Zé Pereira , the carnival Olinda .
Besides the traditional blocks and mockery that roam its slopes in balados the contagious rhythm of frevo . Examples of these Pitombeira of the four corners , founded in 1947 , when a group of young men paraded through the streets with branches of the plant , and singing , and Elephant Olinda in 1952 by a group of friends who sang a song improvised on the animal with an elephant in the porcelain town Alta.A large concentration of these blocks and mockery is in front of city hall , where you can find the biggest number of revelers per square meter .
In Recife carnival has its opening with the largest block out the world, the Galo da Madrugada that has dragged every year more than one million people . On the Saturday morning in the neighborhood of Old Recife begins the afternoon with feirinhas crafts and performances of percussion groups , such as Maracatu between these carnival festivities highlights youth , the patio third accomplishments of demonstrations relating to black culture Northeastern 's night drums silent , punctually at midnight. Within some cities have their carnivals typical Nazaré da Mata , with the thud of Maracatu loose Calves papangus , Fishing with the carnival and revelry of the caiporas grimaces in Triunfo , in the interior of Pernambuco.
The pace of the iceberg splits 3 types frevo street instrumental, with domination matais in orchestras and fast tempos , frevo block sung and its interpretation and made by female choir and slower and accompanied by wind and string orchestra , and frevo song sung and least frenetic frevo street .

In 1962 was created in Pesqueira block of Caiporas . Legend has it that these creatures frightened hunters and their dogs to preserve nature . This carnival is Pesqueira also known as the city of candy.
The rope was created in 1994 . Sai on Shrove Tuesday began with a group of friends who awakened people in their homes in the morning and walk around the historic site of Olinda and walk carrying a rope and go gained new followers .


For over 40 years midnight the light is the night of the silent drums since 1968 .
In the city of Moreno got the block Lirico Flower Eucalyptus .
Olinda we block Long Johns that at the beginning only men could enter this block is 1962 .
 The Potato Cod was created by garços who could not play in the carnival festivities . And this block exits on Ash Wednesday .

The blocks of Victory St Anthony is named after animals and people come dressed as animals .

On the island of Itamaracá has catraias are men dressed as women .

In Camaragibe block the Owl , founded in 1992 . For some residents stayed awake until the wee hours , watching those who arrived early in the morning after the carnival celebrations .
Maracatu emergence in the sugar plantations of the forest zone of Pernambuco . And their clothes are inspired by the clothing of colonial Brazil and its culture african rhythm comes from Brazil.

One of the best known and most talented artists of popular music of Pernambuco and the Northeast , Lourenço da Fonseca Barbosa , the Capiba , was born in Surubim , in rural Pernambuco in 1904 and died in 1997 . Revealed since childhood the musical taste of his father , conductor band . Early began studying piano, the instrument with which more work , playing and composing .

As a young man , was attracted by the new opportunities that have opened in cities growing and modernizing . She moved to the capital Recife around 1930 and was playing piano in theaters and cinemas in the city . Like many other artists of his time , accompanied at the piano silent films that were shown in theaters . Meanwhile sought to integrate up to life 's musical capital playing in some orchestras and jazz bands , music in North American fashion in Brazil .

But Capiba even without abandoning work with classical music and jazz, always gave preference ace its popular roots . Since his first hit , frevo is bitter , the
1933 made ​​it clear that would be the rhythms and traditions of northeastern music, dancing and singing would be a great source of inspiration .

Not stopped creating . He composed over one hundred songs for the carnival , among frevos , marches cloco , maracatu , sambas and tangos , and waltzes . Also set to music poems and plays .

Capiba artist became a great success of his compositions were popular.Algumas gavadas by famous singers and even today are known throughout Brazil as Morena cinnamon , and waltzes . Also , Maisonette tiny , Mary of Bethany , the same yellow rose and march block Wood termite gnaws not .

In 2012 frevo wins in France the title intangible heritage of humanity that is more
an achievement culture of Pernambuco .

***francês(Francais):

Dans le nord-est , Samba ne coexiste avec d'autres rythmes du folklore.
En Pernambuco , et d'autres Etats voisins, qui ont attiré la fin du siècle dernier , a été l'engouement de la parade de fanfares militaires .
Les bandes pliées joué , et tous connu une grande popularité , les rivalités entre eux, qui se terminaient souvent par des émeutes de rue. Au début de ce siècle , la présence de la capoeira était presque obligatoire sur toutes les bandes . Les chansons ont commencé à s'adapter sera étrange chorégraphie . Augmentation du nombre de danseurs , et dans un court laps de temps , assister à tous les fans de la bande . À quelle distance avons observé un éditeur d'une revue Small , traditionnel publié à Recife, le 12 Février 1908 a eu l'impression que la population frevia ( bouillante) comme un hot pot .
Rhythm joué par ces bandes instruments exclusivement soufflage , a été rebaptisé l'iceberg et que ce nom sera transmis aux salles de Carnival réjouissances . Les festivités du carnaval de carnaval commence beaucoup plus tôt et arrive plus fortement , principalement dans les quartiers du Vieux Recife, Olinda haut dans la ville, et dans les petits foyers dans le reste de la ville. Les rythmes sont frevo commun , maracatu et le CIRANDA .

 Carnaval d'Olinda compte des dizaines de blocs de marionnettes géantes , d'être l'homme le plus connu de minuit , laissant minuit et dans les rues depuis 1932 et est responsable de lancer officiellement la minuit du samedi Zé Pereira , le Carnaval Olinda.
Outre les blocs traditionnels et les moqueries qui errent dans ses pentes dans balados le rythme contagieux de frevo . Des exemples de ces Pitombeira des quatre coins , fondée en 1947, quand un groupe de jeunes hommes ont défilé dans les rues avec des branches de la plante, et le chant, et Elephant Olinda en 1952 par un groupe d'amis qui ont chanté une chanson improvisée sur l'animal avec un éléphant dans la porcelaine ville Alta.A grande concentration de ces blocs et les moqueries se trouve en face de l'hôtel de ville , où vous pouvez trouver le plus grand nombre de fêtards par mètre carré.
A Recife carnaval a son ouverture avec le plus grand bloc sur le monde , le Galo da Madrugada qui a traîné chaque année plus d'un million de personnes . Le samedi matin , dans le quartier du Vieux Recife commence l'après-midi avec l'artisanat feirinhas et les performances des groupes de percussions , comme Maracatu entre ces carnaval festivités valorise la jeunesse , le patio tiers réalisations des manifestations liées à la nuit de la culture noire nord-est tambours silencieux, ponctuellement , à minuit. Dans certaines villes ont leurs carnavals typique Nazaré da Mata, avec le bruit sourd de Maracatu lâche Veaux papangus , pêche avec le carnaval et des festivités des grimaces caiporas à Triunfo, à l'intérieur du Pernambuco.
Le rythme de l'iceberg se sépare 3 types rue frevo instrumentale, avec matais de domination dans les orchestres et les tempos rapides , frevo bloc sung et de son interprétation et réalisé par chœur de femmes et plus lent et accompagné par le vent et orchestre à cordes , et frevo chanson chantée et de la rue frevo moins frénétique .

En 1962 a été créé dans le bloc de Pesqueira Caiporas . La légende veut que ces créatures peur chasseurs et leurs chiens de préserver la nature . Ce carnaval est Pesqueira également connue comme la ville de bonbons.
La corde a été créé en 1994. Sai le mardi gras a commencé avec un groupe d'amis qui réveillaient les gens chez eux le matin et à pied autour du site historique d'Olinda et marcher en portant une corde et aller gagné de nouveaux adeptes.


Pour plus de 40 ans minuit la lumière est la nuit des tambours silencieux depuis 1968.
Dans la ville de Moreno a obtenu le bloc Lirico Fleur Eucalyptus .
Olinda nous bloquons Long Johns qu'au début seuls les hommes pouvaient entrer dans ce bloc est 1962.
 Le Potato Cod a été créé par garços qui ne pouvaient pas jouer dans les festivités du carnaval . Et ce bloc sort le mercredi des Cendres .

Les blocs de Victory St Anthony est nommé d'après les animaux et les gens viennent habillés comme des animaux .

Sur l'île de Itamaracá a catraias sont des hommes habillés en femmes .

En Camaragibe bloquer le hibou , fondée en 1992 . Pour certains résidents resté éveillé jusqu'aux petites heures , en regardant ceux qui sont arrivés tôt le matin, après les célébrations du carnaval .
Maracatu émergence dans les plantations de canne à sucre de la zone forestière de Pernambuco. Et leurs vêtements sont inspirés par les vêtements de Brésil colonial et son rythme africain de la culture vient du Brésil .

L'un des artistes les plus connus et les plus talentueux de la musique populaire de Pernambuco et le Nord-Est, Lourenço da Fonseca Barbosa, le Capiba , est né en Surubim , dans le Pernambuco rural en 1904 et mourut en 1997. Révélé depuis l'enfance le goût musical de son père, bande de conducteur . Au début a commencé à étudier le piano , l'instrument avec lequel plus de travail, de jouer et de composer.

Comme un jeune homme , a été attiré par les nouvelles opportunités qui se sont ouverts dans les villes en expansion et se modernise. Elle a déménagé à la capitale Recife vers 1930 et jouait du piano dans des théâtres et des cinémas de la ville. Comme beaucoup d'autres artistes de son temps , accompagné les films muets au piano qui ont été présentées dans les théâtres . Pendant ce temps cherché à intégrer jusqu'à capitale musicale de la vie en jouant dans des orchestres et des groupes de jazz , de la musique à la mode en Amérique du Nord , au Brésil.

Mais Capiba même sans abandonner le travail avec la musique classique et le jazz , a toujours donné ace de préférence ses racines populaires . Depuis son premier succès , frevo est amer, le
1933 a clairement indiqué que seraient les rythmes et les traditions de la musique nord-est , en dansant et en chantant serait une grande source d' inspiration.

Pas cessé de créer . Il a composé plus d'une centaine de chansons pour le carnaval , entre frevos , marches cloco , maracatu , sambas et des tangos , valses et . Également définir des poèmes de la musique et des jeux.

Capiba artiste est devenu un grand succès de ses compositions ont été gavadas popular.Algumas par des chanteurs célèbres et aujourd'hui encore, sont connus dans tout le Brésil comme Morena cannelle et valses . Aussi, Maisonnette minuscule, Marie de Béthanie , la même rose jaune et mars bloc de bois contre les termites rongent pas .

En 2012 frevo gagne en France le titre de patrimoine immatériel de l'humanité qui est plus
une culture de la réussite de Pernambuco.

Espanhol(español):

En el noreste, Samba sólo coexistió con otros ritmos del folclore.
En Pernambuco , y otros estados vecinos , que llamaron al final del siglo pasado , fue la locura del desfile de bandas militares.
Las bandas plegadas de partido, y todos disfrutaron de gran popularidad , con rivalidades entre ellos , que a menudo terminaron en disturbios callejeros . A principios de este siglo , la presencia de la capoeira era casi obligatoria en todas las bandas . Las canciones comenzaron a adaptar será extraña coreografía. El aumento del número de bailarines , y en poco tiempo, asistiendo a todos los fans de la banda. Acerca de qué tan lejos hemos observado un editor de una revista pequeña , tradicional publicado en Recife , en 12 de febrero 1908 tenía la impresión de que la población frevia ( ebullición) como una olla caliente .
Rhythm desempeñado por estos instrumentos bandas que soplan en exclusiva , se cambió el nombre del iceberg y que el nombre se pasará a las salas del Carnaval juerga. La juerga del carnaval del carnaval comienza mucho antes y con más fuerza que ocurre principalmente en los distritos de Old Recife , Olinda High en la ciudad , y en pequeños focos en el resto de la ciudad . Los ritmos son frevo común , maracatu y el CIRANDA .

 Carnaval de Olinda cuenta con decenas de bloques de marionetas gigantes , siendo el hombre más conocido de la medianoche , dejando a la medianoche y se encuentra en las calles desde 1932 y es responsable de iniciar , oficialmente la medianoche del sábado Zé Pereira , el Carnaval de Olinda .
Además de los bloques tradicionales y burlas que deambulan por sus laderas en balados el contagioso ritmo de frevo . Ejemplos de estos Pitombeira de las cuatro esquinas , fundada en 1947 , cuando un grupo de jóvenes desfilaron por las calles con ramas de la planta , y el canto, y el elefante Olinda en 1952 por un grupo de amigos que cantaban una canción improvisada sobre el animal con un elefante en la porcelana ciudad Alta.A gran concentración de estos bloques y burlas está en frente del ayuntamiento , donde se encuentra el mayor número de juerguistas por metro cuadrado.
En Recife carnaval tiene su apertura con el bloque más grande el mundo , el Galo da Madrugada que se arrastra cada año más de un millón de personas . En la mañana del sábado en el barrio de Recife Antiguo comienza la tarde con la artesanía feirinhas y actuaciones de grupos de percusión , como Maracatu entre estas festividades de carnaval juvenil más destacado , el patio tercero logros de manifestaciones relacionadas con la noche de negro la cultura del noreste tambores en silencio, puntualmente a la medianoche. En algunas ciudades tienen sus carnavales típicos Nazaré da Mata, con el golpe de Maracatu suelta Terneros Papangus , Pesca con el carnaval y el jolgorio de las muecas caiporas en Triunfo , en el interior de Pernambuco.
El ritmo del iceberg divide 3 tipos de calles frevo instrumental, con matais dominación en orquestas y ritmos rápidos, frevo bloque cantadas y su interpretación y hecho por el coro femenino y más lento y acompañado por el viento y orquesta de cuerdas , y frevo canción cantada y menos frenética calle frevo .

En 1962 se creó en el bloque de Pesqueira Caiporas . La leyenda dice que estos seres asustados cazadores y sus perros de preservar la naturaleza . Este carnaval es Pesqueira también conocida como la ciudad de los dulces.
La cuerda fue creado en 1994 . Sai el martes de Carnaval comenzó con un grupo de amigos que despiertan las personas en sus casas por la mañana y caminar por el sitio histórico de Olinda y caminar llevando una cuerda y se van ganado nuevos seguidores .


Desde hace más de 40 años la medianoche la luz es la noche de los tambores en silencio desde 1968.
En la ciudad de Moreno obtuvo el bloque Lirico Flor de eucalipto .
Olinda bloqueamos Long Johns que al principio sólo los hombres podían entrar en este bloque es 1962 .
 El Bacalao de la patata fue creado por garços que no podían jugar en las fiestas de carnaval. Y este bloque sale el Miércoles de Ceniza .

Los bloques de la Victoria St Anthony lleva el nombre de los animales y la gente vienen vestidos como animales .

En la isla de Itamaracá tiene catraias son hombres vestidos de mujer .

En Camaragibe bloquear el búho , fundado en 1992 . Para algunos residentes quedado despierto hasta la madrugada , viendo los que llegaron temprano en la mañana después de las celebraciones del carnaval .
Maracatu aparición en las plantaciones de azúcar de la zona de bosque de Pernambuco. Y sus vestidos se inspiran en la ropa del Brasil colonial y su cultura ritmo africano viene de Brasil .

Uno de los artistas más conocidos y con más talento de la música popular de Pernambuco y el Nordeste , Lourenço da Fonseca Barbosa, Capiba , nació en Surubim , en Pernambuco rural en el año 1904 y murió en 1997 . Revelado desde la infancia el gusto musical de su padre , conductor de la banda . Temprano comenzó a estudiar piano, el instrumento con el que más trabajo, tocando y componiendo .

Cuando era joven , se sintió atraído por las nuevas oportunidades que se han abierto en las ciudades en crecimiento y modernización . Se trasladó a la capital de Recife alrededor de 1930 y fue tocando el piano en teatros y cines de la ciudad. Al igual que muchos otros artistas de su tiempo, acompañado en las películas mudas de piano que se mostraron en los cines. Mientras tanto tratado de integrar al capital musical de la vida tocando en algunas orquestas y bandas de jazz , la música en el norte de la moda estadounidense en Brasil.

Pero Capiba incluso sin abandonar el trabajo con la música clásica y el jazz, siempre dio preferencia as sus raíces populares. Desde su primer éxito, frevo es amarga , la
1933 dejó en claro que serían los ritmos y tradiciones de la música del noreste, baile y canto sería una gran fuente de inspiración.

No dejó de crear . Compuso más de cien canciones para el carnaval , entre frevos , marchas cloco , maracatu , sambas y tangos y valses . También se establece en poemas musicales y obras de teatro .

Capiba artista se convirtió en un gran éxito de sus composiciones fueron gavadas popular.Algumas por cantantes famosos , e incluso hoy en día son conocidos en todo Brasil como Morena canela y valses . Además, Casita pequeña , María de Betania, la misma rosa amarilla y marzo de bloques de madera termitas roe no.



En 2012 frevo gana en Francia el título de patrimonio inmaterial de la humanidad que es más
una cultura de cumplimiento de Pernambuco.




Se vocês gostam de nosso trabalho e gostariam de nos ajudar sendo nossos colaboradores ou patrocinadores enviem nos um e mail para :